Melhoramento Genético

Fertilização in Vitro de bovinos apresenta primeiros resultados em Bom Jesus, no extremo sul do PI

Técnica foi implementada em 12 propriedades da região, por meio de consultoria do Sebrae, e já nasceram 10 bezerras geneticamente melhoradas

Nasceram as 10 primeiras bezerras, frutos da consultoria de Fertilização in Vitro, realizada no âmbito do Programa Sebraetec, junto a 12 produtores dos municípios de Bom Jesus, Corrente, Colônia do Gurgueia e Palmeira do Piauí, localizados no extremo sul do Estado. O Sebraetec é uma iniciativa do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae, que oferece a solução tecnológica certa para ajudar os empreendimentos, seja da zona urbana ou rural, a inovar, fazer melhor, mais rápido e com menos custo.

Para a Fertilização in Vitro, os consultores contratados pelo Sebrae realizaram a coleta ou aspiração do material genético das matrizes e, em laboratório, fizeram a maturação desse material. Em seguida, os embriões foram implantados nas receptoras, como se fossem barrigas de aluguel.

Ao todo, 95 fêmeas receberam os embriões e cerca de 50 confirmaram a prenhez, com uma média de gestação por propriedade de 33,7%. Um dos produtores teve aproveitamento de 64,7%, ou seja, de cada 10 animais com embrião implantado, seis confirmaram prenhez.

 “O Sebrae iniciou essa consultoria de Fertilização in Vitro em 2019, como forma de acelerar a produção de bezerras geneticamente melhoradas e aumentar a produtividade dos rebanhos. Agora, começaram a nascer os primeiros animais, com genética superior. E os resultados já despertam o interesse de outros produtores na consultoria do Sebrae, que prevê subsídio de 70% dos custos com esse investimento”, pontua o gerente do Escritório do Sebrae em Bom Jesus, Kássio Castelo Branco.

Além da melhoria genética do rebanho, a fertilização in vitro garante outras vantagens como: aumento da proporção do nascimento de fêmeas; incremento na produtividade de leite/vaca/ano; possibilidade de nascimento de até 100 bezerros/ano descendentes de uma matriz de qualidade superior; aproveitamento de fêmeas mais novas ou mais velhas que poderiam não suportar uma gestação tradicional; redução no tempo necessário para seleção dos animais; redução nos custos de produção dos animais; e aumento da renda com a atividade de criação de gado.

 “Estou muito satisfeito com o resultado desse trabalho do Sebrae. Os animais que receberam implante de embriões já estão parindo as suas crias, com genética superior. O padrão racial dos animais é um dos benefícios que faz valer o investimento na Fertilização in Vitro”, destaca o produtor José Lustosa Elvas Barjud, mais conhecido como Elvinhas, o dono da bezerra Pioneira, que foi batizada com esse nome por ter sido a primeira cria nascida em Bom Jesus, fruto da consultoria do Sebrae de Fertilização in Vitro.

Outro produtor, que também já conta com a primeira bezerra nascida a partir da técnica disseminada pelo Sebrae é Raimundo Nonato Borges Barjud, proprietário da Fazenda Sant'Ana, que tem sede em Bom Jesus.

 “Resolvemos investir na atividade leiteira, por ser um ramo que tem bastante potencial em Bom Jesus, com uma demanda bem maior que a oferta. Com esse programa do Sebrae, conseguiremos dar um salto na formação de um plantel com animais de alto padrão genético, a custos reduzidos. Nossa primeira bezerra nasceu no último dia 25 de agosto, e foi batizada carinhosamente de Nazaré, que é uma colaboradora do Sebrae em Bom Jesus. É o nosso reconhecimento ao trabalho da equipe do Sebrae na nossa região”, pontua Raimundo Nonato.

Além de produtores de Corrente, Bom Jesus, Palmeira do Piauí e Colônia do Gurgueia, o Sebrae ofertou a consultoria de Fertilização in Vitro também para criadores de Piripiri, Teresina e José de Freitas.

Serviço:
Unidade de Marketing e Comunicação do Sebrae no Piauí: (86) 3216-1356
Agência Sebrae de Notícias Piauí: (86) 3216-1325
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
WhatsApp: (86) 9 9583-4586
www.twitter.com/pi_sebrae
www.facebook.com/sebraepiaui
www.instagram.com/sebraepi/