Crédito Assistido

Parceria entre Sebrae e Piauí Fomento facilitará acesso dos pequenos negócios ao crédito

Lançamento do Fampe, que é gerido pelo Sebrae, aconteceu na manhã de hoje (21)

Foi lançado na manhã de hoje (21), o Convênio de Cooperação Técnica e Financeira entre o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae, e o Governo do Estado do Piauí. O convênio prevê a operacionalização de linhas de crédito, por parte da Piauí Fomento, com garantias complementares do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas, Fampe, que é gerido pelo Sebrae.

A live de lançamento foi comandada pelo governador do Estado, Wellington Dias; tendo como convidados o presidente do Conselho Deliberativo e os diretores do Sebrae no Piauí, Freitas Neto, Mário Lacerda e Júlio César Filho, respectivamente; e o diretor-presidente da Piauí Fomento, Luiz Carlos Everton de Farias.

O convênio tem como objetivo facilitar o acesso ao crédito por parte de micro e pequenas empresas e Microempreendedores Individuais, MEI, pertencentes ao setor do turismo, como pousadas, hotéis, restaurantes, bares e outros empreendimentos. A Piauí Fomento será responsável pela operacionalização dos financiamentos, com recursos do Fundo Geral de Turismo, Fungetur; enquanto o Sebrae fornecerá, por meio do Fampe, as garantias complementares necessárias à contratação dos empréstimos.

O presidente do CDE do Sebrae no Piauí, Freitas Neto

“Esse convênio celebrado entre o Sebrae e a Piauí Fomento é mais uma oportunidade para dar fôlego aos pequenos negócios do turismo, que foram, segundo pesquisas do Sebrae, os mais afetados pela crise provocada pela pandemia do Coronavírus. Mas essa parceria não se restringe apenas a crédito. O trabalho, por parte do Sebrae, prevê ainda orientações para que o empréstimo seja eficiente e seguro, não gerando problemas futuros para as empresas”, pontuou o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae no Piauí, Freitas Neto.

Segundo o diretor superintendente do Sebrae no Piauí, Mário Lacerda, a parceria é importante na medida em que amplia as possibilidades de crédito para os pequenos negócios, com garantias complementares de até 80% do valor do empréstimo.

Os diretores do Sebrae no Piauí, Mário Lacerda e Júlio Cesar Lima Filho

“Estamos atuando de forma uníssona e conjunta para que as empresas vençam os obstáculos impostos pela pandemia. Com esse convênio, surgem novas condições de acesso a crédito, na medida em que o Fampe preenche a lacuna da falta de avalistas e garantias reais, uma das principais exigências das instituições financeiras para a concessão de empréstimos. A expectativa agora é alcançar o maior número de empresas, nos quatro cantos do Estado”, destacou Lacerda.

Além de oferecer as garantias complementares por meio do Fampe, o Sebrae também atuará no relacionamento pré e/ou pós crédito, ofertando capacitações, consultorias e serviços, que contribuam para melhoria da gestão e consequente mitigação de riscos da operação. A aprovação do crédito, em si, caberá exclusivamente à Piauí Fomento, não tendo o Sebrae qualquer interferência nesse sentido.

No Convênio, a Piauí Fomento compromete-se ainda a disponibilizar e utilizar linhas de crédito que tenham comprovadamente as melhores condições de taxas, prazos e carências, sendo responsável também pela análise de risco.

“O crédito é um instrumento essencial para que os pequenos negócios possam sobreviver à crise econômica provocada pela Covid-19. Por meio dessa parceria com o Sebrae, a Piauí Fomento conseguirá aumentar sua capacidade de atender a esses empreendimentos, com recursos do Fungetur e as garantias complementares do Fampe. Operacionalizaremos uma linha de crédito com prazo de 48 meses e um ano de carência. Temos muito a agradecer ao Sebrae pelo apoio costumeiro e reforçamos o trabalho incansável do Governo do Estado para a retomada da economia”, disse o diretor-presidente da Piauí Fomento, Luiz Carlos Everton de Farias.

De acordo com o governador do Estado, Wellington Dias, por meio do Fungetur serão disponibilizados até R$ 15 milhões em empréstimos, com garantia complementar inicial de até R$ 1 milhão do Fampe.

“Chegamos à fase de transição para saída da crise. Muitos projetos e investimentos estão previstos para promover o soerguimento econômico. E esse convênio é uma das estratégias para ajudar os pequenos negócios nessa retomada. Só temos a agradecer ao Sebrae pela forma séria e dedicada com que atua em prol dos pequenos negócios do nosso Estado. A Piauí Fomento agora segue na sua missão de, juntamente com o Sebrae, fazer chegar esse socorro financeiro às micro e pequenas empresas”, finalizou Wellington Dias.

Para saber mais sobre o convênio entre Sebrae e Piauí Fomento, os interessados podem entrar em contato com o Sebrae no Piauí, por meio da Central de Relacionamento Sebrae (0800 570 0800) ou do WhatsApp (86) 9 9583-4586; ou ainda contatar a Piauí Fomento através do telefone (86) 3216-6277.


Serviço:
Unidade de Marketing e Comunicação do Sebrae no Piauí: (86) 3216-1356
Agência Sebrae de Notícias Piauí: (86) 3216-1325
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
WhatsApp: (86) 9 9583-4586
www.twitter.com/pi_sebrae
www.facebook.com/sebraepiaui
www.instagram.com/sebraepi/